Objetos, seres, plantas e coisas ampliadas no microscópios, parecem mas não é!

Ir em baixo

Objetos, seres, plantas e coisas ampliadas no microscópios, parecem mas não é!

Mensagem por Admin em Ter Abr 10, 2018 1:34 pm




















Existem mais de 50 proteínas diferentes de queratina nos humanos. Os padrões de expressão destas proteínas são importantes no diagnóstico de cancro da pele e é por isso mesmo que um grupo de investigadores os estuda no Instituto do Cancro da Holanda. Mas não é exactamente por isso que o trabalho deste colectivo é aqui invocado. O motivo é uma imagem aparentemente enigmática, de onde uma teia de ramificações amarelas fluorescentes se destaca em redor de uma forma azulada. Na verdade, o enigma resolve-se facilmente: a imagem representa uma célula cutânea com uma quantidade excessiva de queratina e venceu o primeiro prémio na edição deste ano do Concurso de Fotografia de Microscopia Nikon Small Worlds.

“Aquilo de que gosto mais neste concurso é permitir que mais pessoas possam apreciar a bela complexidade e diversidade de um mundo invisível a olho nu”, explica Bram van de Broek, um dos investigadores responsáveis pela imagem. O investigador holandês é especialista em técnicas avançadas de microscopia por fluorescência. "Ao estudar as diferentes formas como as proteínas, como a queratina, se alteram dinamicamente no interior de uma célula, podemos entender melhor a progressão dos cancros e de outras doenças”, explica.

O concurso anual de fotografia de microscópio Nikon Small World, que se realiza há 43 edições, recebeu para esta edição mais de 2000 candidaturas provenientes de 88 países. O júri, composto por investigadores e jornalistas de ciência, apurou 20 vencedores e mais quatro dezenas de menções honrosas.

No rol de vencedores é possível encontrar, no segundo lugar, a cabeça ampliada de uma Senecio vulgaris – ou simplesmente um cardo-morto –, ou ainda uma imagem que traz imediatamente à lembrança o jogo de arcada Pacman mas que é nada mais nada menos do que a imagem de uma alga do género Volvox a libertar as suas colónias filhas, e que conquistou o terceiro lugar.

Segundo Eric Flem, responsável pela comunicação da Nikon, “os vencedores deste ano não só reflectem tendências e investigações estupendas na ciência, mas também permitem ao público aceder a um mundo escondido”. Flem considera que o vencedor do primeiro prémio é um “exemplo do importante trabalho a ser feito no mundo da ciência” e de como esse trabalho “pode ser partilhado graças ao rápido avanço tecnológico da imagiologia”.
Abçs. a Todos e Muito Sucesso.

Admin
Admin

Mensagens : 42
Data de inscrição : 19/09/2015

Ver perfil do usuário http://cpma.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum